quinta-feira, 20 de maio de 2010

O "X-9" começou pela PONTE DO JANGA...

Cansado de esperar melhoras, começo agora a "entregar" as péssimas condições nas nossas avenidas.

No dia 19/mai/10 resolvi começar essa nova etapa. Infelizmente, passei malzão enquanto pedalava (acho que pelo solzão que fazia já às 9:00 e por ter acabado de tomar café da manhã), mas consegui pelo menos começar o trabalho (acho que é essa maldita palavra que sempre me faz passar mal =P ). Então voltei hoje (20/mai/10) pra fazer o resto do serviço.

O primeiro lugar onde eu teria de falar das irregularidades seria a Ponte do Janga, principal acesso ao litoral de Paulista. Há um bom tempo que a ponte está entregue a ninguém. A prefeitura de Olinda diz que a responsabilidade é de Paulista e vice-versa. Vez ou outra perdida se vê uma operação "tapa buraco", mas os buracos sempre tornam à aparecer. Ontem, quando voltava pra casa, tinha alguns funcionários da prefeitura de Paulista limpando os canteiros próximos à ponte. Hoje estava quase tudo cortado. Parei pra falar com um dos funcionários, que me informou que a prefeitura de Paulista só tem responsabilidade até o início da ponte. A Ponte e o acesso é de responsabilidade da prefeitura de Olinda.

A ponte tem uma série de problemas. Então vou listá-los aqui embaixo:

- Acostamento: No acesso à ponte quase não existe. Tem pouquíssimo espaço, onde o mato chega quase a invadir a pista. No sentido Janga-Olinda, os locais onde há mais espaço mede-se 1 metro (vergonha!). O disnível com a pista é absurdo, chegando ter um palmo de rebaixo. Uma tampa da Compesa acaba de completar os absurdos. No sentido Olinda-Janga [ =X - melhor ver as fotos].

- Pista: O asfalto é de baixa qualidade (solta umas pedrinhas, principalmente logo após uma chuva forte). É cheio de "remendos", que na maioria das vezes não resistem à 1ª chuva, originando novos buracos. Esse buraco da foto é fruto de um remendo "fuleragem" que fizeram. A cada dia que passo por lá ele dá uma crescidinha. Os carros que desviam, chegam até a utilizar a contra-mão (principalmente quando o motorista livra o buraco no reflexo). Já quem não conhece (nem tem reflexo) lasca o seu carango na cratera. Para completar a baboseira, o buraco é logo onde o desnível com o acostamento é de um palmo (bom quando vem um ônibus guiado por um motorista bem "gentlemen" buzinando... Não abro [tomara que mãe não veja isso], mas fico sempre no alerta máximo pra dá um "vôo" pro acostamento).

- Proteção lateral: Não existe. Deus me livre, mas se um ciclista levar um tranca (uma fechada) tem dois jeitos de se lascar, dependo do sentido. Janga-Olinda: vai pra dentro dos matos e pára na cerca de arame farpado do Hotel de Trânsito da PM; Olinda-Janga: (gosto nem de pensar) vai descer uns 2 ou 3 metros ou no capim seco, ou no manguezal.

- Segurança: Não existe. Apesar de ter um quartel (1º BPM) no "pé" da ponte (em Olinda), é o lugar que eu me sinto menos à vontade pra passar de bici. Nunca vi um policial naquela ponte (olhe que há 22 anos passo por ela, quase que diariamente). Graças a Deus nunca aconteceu nada, mas é complicado passar lá. Não tem alternativa alguma. Se vinher um ladrão na sua direção, tentar ir pra contra-mão pode ser uma boa (ou não). Enfim, passo com fé em Deus e rápido!

- Iluminação: Bastante fraca. Só do lado do sentido Janga-Olinda com lâmpadas amarelas, fracas e quase sempre o último poste tá piscando. Sempre passo no sentido Olinda-Janga voltando da faculdade e fico até preocupado de não ver algum eventual buraco novo. Nessa hora que vejo a "potência" o meu farol. [fico devendo umas fotos noturnas]

FOTOS DA PONTE DO JANGA:

Sentido Janga-Olinda


Sentido Olinda-Janga


Pois é pessoal. O "X-9" agora vai rodar fazendo esses delatos. Espero que vocês curtam esse trabalho. Estou aberto aos voluntários que quiserem me ajudar a captar essas terríveis imagens, que infelizmente precisamos mostrar às nossas autoridades. Valeu galera, COMENTEM (se possível)!!!

2 comentários:

  1. É complicado né bicho. Eu acho até que eles deveriam pensar até em duplicar essa estrada do janga. Cada ano, a movimentação aumenta e ninguém está nem aí para o trânsito.

    ResponderExcluir
  2. no dia q a ponte cair...

    TAMU FU%#$

    ResponderExcluir

Oxee... comenta aí...